quarta-feira, 25 de novembro de 2020

A FAMÍLIA QUE CLAMA POR JUSTIÇA ÀS AUTORIDADES JUDICIAIS DA PARAÍBA


 


Em mais um trecho do Livro a ser brevemente lançado sobre o triste homicídio do casal Guilherme Alves e Thayza Kelly, mortos em uma sinistra emboscada em Janeiro de 2018; mediante pistoleiros profissionais e pagos por pessoas que continuam na mais tranquila impunidade, ninguém sabe até quando; publicaremos um capítulo sobre a história de vida de seus familiares, pais e irmãos.


Confiram na foto, leitores: Guilherme posa ao lado de G Alves, sua mãe Deusinha, como era amavelmente tratada, e de seus irmãos Sergiano e Aninha, respectivamente; todos com o sobrenome “Alves”! O seu pai, foi por décadas empresário no ramo de revenda de peças automobilísticas das mais diversas marcas existentes no mercado nacional. “G ALVES AUTO PEÇAS” era a denominação de sua loja com sede própria na cidade de Patos, precisamente na avenida principal da cidade que leva o nome de um dos mais ilustres paraibanos: “Presidente Epitácio Pessoa”, foi inclusive o próprio a criar e presidir o Supremo Tribunal Federal! Por razões naturais, seus pais já foram chamados por Deus. G Alves não suportaria, perder o filho que tem o seu próprio nome, nas circunstâncias como ocorreu. Certamente, Deus poupou os seus pais de assistirem tamanha tragédia em vida!


Relatos da vida de Guilherme e de sua família, podem testemunhar a sua conduta em vida pregressa. Criado em um lar harmonioso, muito embora rígido nos moldes sertanejos de criar e educar filhos, Guilherme sempre esteve ao lado de seu pai nas atividades comerciais. Sem privilégios por ser filho do dono, Guilherme passou grande parte de sua vida atrás do balcão como vendedor e funcionário da loja comercial de seu pai! Assim viveu o filho de Guilherme e Deusenita Alves do Nascimento, a maior parte de sua juventude. Só saiu de casa para casar-se com a sra. Fátima Gomes, com quem formou família e teve como filhos André, Caio e Vanessa.


Militante fervoroso do catolicismo, algo que herdou do berço familiar, Guilherme jamais imaginou que terminaria a vida de maneira tão trágica. O Livro a ser lançado, conta a sua história como filho, marido e pai. O destino reservou um acontecimento cruel em sua vida. Esposo e companheiro da sra. Fátima Gomes, além de pai amoroso e dedicado aos seus filhos, de repente, sem que o próprio esperasse, é tomado por uma avassaladora paixão como nos contos românticos, que o conduziria à morte ao lado de Thayza Kelly, por quem perdidamente veio a se apaixonar!


À memória de G Alves e de sua mulher Deusenita, e aos seus irmãos Sergiano, Débora e Aninha; nós, somados ao dever de ofício, lutaremos para que mesmo tarde a Justiça seja feita. Continuaremos a publicar novos trechos da obra em curso. Os leitores vão se surpreender com a riqueza de detalhes deste triste episódio, o qual resultou criminosamente nas perdas das vidas de Guilherme e Thayza.


terça-feira, 24 de novembro de 2020

A ARDENTE E INCONTROLÁVEL PAIXÃO QUE LEVARAM GUILHERME ALVES E THAYZA KELLY À MORTE!

 



O dramaturgo, jornalista e contista da crônica policial “Fluminense”, Nelson Rodrigues, caso estivesse vivo fisicamente, embora esteja vivo na memória dos brasileiros; certamente escreveria com maior profundidade que a temática requer sobre a história da ardente paixão que envolveu inesperadamente o casal Guilherme e Thayza. O sentimento avassalador de paixão, provavelmente teria sido incisivo para que a “morte matada” os levassem a viver tão tórrida paixão na eternidade.


Trazemos aqui, à luz do conhecimento público, trechos da obra em curso que descrevem com riqueza de detalhes uma das motivações que culminaram com o trucidamento das vidas de Guilherme e Thayza; pistoleiros profissionais a mando de um mandante ou mandantes que resolveram interromper, por meio da bala, o amor apaixonado do jovem casal.


Seria realmente a paixão de Guilherme e Thayza a motivação verdadeira para as suas respectivas mortes? Nos relatos dos depoimentos até agora colhidos, não! O amor de paixão entre ambos deu apenas início ao desenlace maior. Há outras razões que foram fatais para que o mandante ou mandantes decidissem executar o sinistro plano de ceifar duas jovens vidas. Nossas investigações tem se aprofundado para atingir o nível de esclarecimento verdadeiro, absoluto e sobretudo responsável.


Voltemos à paixão: como esse sentimento já provocou tantas desgraças entre nós seres humanos, não é mesmo, caro leitor? O pior desse sentimento é quando ele acontece com pessoas comprometidas, as quais resolvem largar tudo para entrar de cabeça em algo, envolvendo de tal maneira que perde o controle de si, levando a não imaginar as consequências em sua volta. Poucos de nós temos, de fato, habilidades para controlar tão egoísta sentimento, o qual nos provoca prazeres e loucuras maravilhosas mas sempre, ou quase sempre, com finais trágicos como o do casal que escrevemos: Guilherme e Thayza!


Os expectadores podem apostar que o Livro será constituído dos fatos apurados que dão clareza de informações que resultaram nas mortes do casal em questão. É praticamente um Livro aberto para reflexão de nossas próprias vidas. A obra tem sim por finalidade, claro, evitar que a tragédia fique propositalmente no esquecimento das autoridades. Trata-se de uma Denúncia contundente, onde responsabilizamos a própria sociedade como um todo, pois prefere a indiferença do que cobrar e exigir apuração dos fatos pelas autoridades competentes.

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

BLOG DO LOBO LANÇARÁ LIVRO SOBRE O ASSASSINATO DO CASAL: GUILHERME ALVES E THAYZA KELLY

 

Ninguém entende a “morosidade”, para não dizer inércia e total falta de interesse, em elucidar o duplo homicídio do jovem casal. Guilherme Alves e Thayza Kelly foram impiedosamente assassinados numa emboscada entre as cidades de Santa Luzia e São Mamede. Crime de execução! Então, surgem os questionamentos: Quem mandou matá-los? Quem tinha interesse na morte do empresário Guilherme? Se o alvo era Guilherme, Thayza morreu como forma de evitar a elucidação do caso? O duplo homicídio tem mesmo as características de “Crime Passional e Político”? Essas e outras interrogações, agora farão parte de um Livro que este informativo lançará em breve, o qual remontará toda a história do antes e depois do lamentável ato que culminou com duas jovens vidas brutalmente assassinadas!


Falta interesse das autoridades em investigar o caso? O que ocorreu para que as investigações de repente, sem maiores explicações, cessassem? A Polícia Civil paraibana possui competência para proceder nas investigações? Sim, há convicção de sobra que a nossa honrada Polícia Civil tem condições de esclarecer tamanha monstruosidade cometida contra as duas vidas que clamam por Justiça.


O Livro, através de entrevistas e depoimentos colhidos, bem como de informações do próprio Processo Investigativo já em curso, tem por finalidade maior: Responsabilizar os que insistem em tentar construir uma omissão proposital e criminosa, aqueles que trabalham para levar o caso às gavetas dos esquecimentos que já ocorreram no passado, e continuam ocorrendo em todo o Brasil. 


Em algumas matérias publicadas aqui, trouxemos informações de bastidores e ouvimos familiares que se mostraram indignados e frustrados por não verem presos os criminosos e mandantes. O empresário Guilherme Alves não possuía inimigos, sempre fora um cidadão cumpridor dos deveres cívicos com a sociedade. Por que matá-lo? Quem mandou matar? Thayza Kelly era mãe e boa filha, será que morreu para encobrir os criminosos executores? Há muitas histórias ainda não conhecidas pelo público que está ávido por Justiça! O Livro tentará esclarecer muitas dúvidas desse intricado acontecimento.


Por precaução, daremos ciência às autoridades sobre a publicação do Livro antes mesmo que essas investigações tenham chegado ao final, se é que estejam tramitando. Advogados, estudantes de Direito, pessoas mais leigas na temática e a sociedade de forma geral, descobrirão como funciona o outro lado do suposto Poder Político e Econômico; Como os bastidores trabalham para encobrir/proteger a sujeira de alguns elementos que por terem cargos importantes, acham que podem se safar de atos inescrupulosos e criminosos, como é caso em questão.


Falta muito pouco para o seu lançamento. Estamos unindo esforços para cumprir as etapas finais deste importante e necessário acontecimento. Os analistas que nos ajudam a editá-lo, classificam como “LIVRO BOMBA”; nós o tratamos como um “veículo de voz” para o grito dos que choram a morte do casal Guilherme e Thayza Kelly!


sábado, 14 de novembro de 2020

VAMOS VOTAR MEUS AMIGOS


Faz tempo que luto pela liberdade econômica, pela mudança de incentivos neste “eterno” país do futuro, a fim de que as pessoas possam assumir riscos e investir em seus próprios negócios, e/ou para que se crie um ambiente de negócios mais fácil, desburocratizado e simplificado, para que empresários e suas organizações gerem mais empregos, renda e prosperidade.


Abomino o despreparo e o populismo de políticos profissionais e aventureiros amadores, ignorantes sobre como funciona factualmente a vida econômica e social, e que por meio de suas “boas intenções” tomam esdrúxulas decisões que ceifam nossos supremos direitos e liberdades individuais, trazendo consequências não intencionais que nos escravizam e prejudicam absurdamente nossas vidas econômicas, sociais e nossa própria saúde física.


A grande maioria dessas autoridades é carente de formação, de estudo, de experiências empresariais robustas e de conhecimento pragmático, deixando-se levar pelos “benevolentes sentimentos” ao invés da comprovada razão. Somente pela estrada pavimentada da educação de qualidade avançaremos. Minha preocupação com a educação é real, e se expressa transparentemente pelo meu currículo e pela minha trajetória de vida.


Por conta da “ordem espontânea”, eis que acetei o desafio de concorrer a vereador, para ao invés de somente falar e escrever, tentar participar ativamente das decisões no lugar em que elas acontecem, na política.

Acho mesmo que posso contribuir para a mudança de incentivos, transferindo-se o protagonismo do Estado para os verdadeiros criadores de riqueza: os indivíduos e as empresas.


Basta de benevolência descabida que destroça a todos. Necessitamos de melhores incentivos para que os indivíduos e a iniciativa privada possam agir livremente, sem interferências governamentais despropositadas, tampouco de monopólios estatais e do inacabável compadrio de “empresários” corruptos e ineficientes. 


É pela competição - e colaboração - sadia entre os agentes econômicos que teremos preços mais baixos de produtos e de serviços, atingiremos escala e menores custos de produção, e alcançaremos mais crescimento econômico e inovações úteis.  Enfim, a melhor política social é a geração de empregos e de crescimento econômico - via livre competição - que favorece a redução de preços de produtos, deixando mais dinheiro para os trabalhadores, e fazendo com que seus salários possam ser aumentados.


Nesta nossa democracia disfuncional, amanhã é o dia que tu tens para decidir o que queres para a tua vida.  Penso que sou uma alternativa para quem deseja mais liberdades individual e econômica e uma educação de melhor qualidade; progresso genuíno.

Independentemente do resultado nas urnas, quero agradecer a cada um e a todos que em algum momento dedicaram seu tempo para ler e curtir meus pensamentos expressados nos meus textos.


Vocês foram e são o estímulo e a força para eu seguir na minha ânsia a fim de buscar a construção de um país melhor - DE FATO - para todos, para nossos pais, filhos, para todos! Sinto-me agora feliz; tenho dado minha parcela de contribuição dentro das minhas limitações.


Meus amigos, vocês não imaginam as palavras e as mensagens carinhosas que tenho recebido...


Para mim já deu certo, eu venci!!

Um bom e consciente voto amanhã.

Um afetuoso abraço em todos vocês!!

VAMOS JUNTOS! MIKIKA LEITÃO 15999 


 

GARÇON EMPRESÁRIO, SUÉLIO FÉLIX, DEVE SER ELEITO PREFEITO DE CATINGUEIRA NESTE DOMINGO



 


O clima político acirrou-se de vez na cidade de Catingueira, alto sertão paraibano! Neste final de tarde, véspera de eleição, o temido candidato a Vice na chapa do Prefeito Odir Borges, sr. Josivan, foi preso em flagrante delito, certamente por porte ilegal e ameaçar a paz pública, homem que responde a pesados processos sobre suspeitas de desvios de recursos públicos em obras iniciadas e não concluídas em cidades da Grande Patos!


Escolher um novo PREFEITO para a sua cidade, é algo maravilhoso que o Estado de Direito Democrático nos proporciona. Neste momento, o eleitor de Catingueira reflete sobre a escolha do seu futuro governante. Candidato que faz questão de andar portando armas, provavelmente se eleito fosse, iria impor um estilo de violência e medo àquela população.


Partidários e o próprio Prefeito Odir que disputa sua reeleição, não aceitam o jogo limpo da democracia. Compra de votos, retenção de títulos e ameaças de surras em humildes e carentes eleitores; revelam um quadro de violência sem tamanho na história da terra do poeta amado, Inácio da Catingueira.


Ainda bem que a briosa Polícia Militar, sob o comando do coronel Douglas Araújo, respeitado homem da corporação, vem acompanhando a movimentação de eleitores e candidatos passo a passo. 


O clima de terror também chegou à residência do presidente da Câmara Municipal, vereador Edison Pereira. Na noite de ontem, a sua casa foi alvejada com tiros disparados por pessoas ainda não identificadas. Tudo isso leva a crer que o dr. Odir irá desocupar a cadeira de Prefeito, segundo previsão de analistas. O pior para ele é o humilde Garçon: vítima de tantos ataques e insultos, deve vencer pela rica proposta de governador para todos!


O espaço permanece aberto para manifestações dos personagens citados aqui. Dr. Odir tem todo o seu direto de exercer o contraditório.




O CANDIDATO LENILDO MORAIS TEM CONVICÇÃO DE QUE SURPREENDERÁ NAS URNAS

 



Avaliado pela crítica política como a melhor performance de candidato à Prefeitura de Patos, o sr. Lenildo Morais, mais uma vez instado pelo Blog do Lobo, declarou que não teme as pesquisas de opinião pública, pois o seu contato direto com o povo nas ruas da cidade lhe traz convicção de que surpreenderá no abrir das urnas para contagem dos votos, ocasião que apontará o novo Prefeito da cidade de Patos.


Ainda discorrendo sobre a eleição em si, o sr. Lenildo que concorre pelo Partido dos Trabalhadores, observa e repete com absoluta segurança de que ele ou o juiz Ramonilson Alves deverá ser eleito! Para ele, o candidato Nabor amargará mais uma derrota política eleitoral por não representar nenhuma inovação em termos de proposta para a cidade e sua população. 


O chamado candidato das esquerdas, sr. Lenildo, ex-Prefeito da transição do afastamento da então Prefeita, Francisca Motta, avalia que o sentimento do eleitor é de mudança e inovação política. A população busca superar os traumas da ingovernabilidade que se abateu sobre Patos, elegendo novos personagens que possam de fato provocar as mudanças administrativas que a sociedade almeja.


“Cumpri o meu dever de candidato. Procurei discutir diretamente com o eleitor propostas e ideias inovadoras para Patos. Fui apontado como o melhor em todos os debates promovidos pela imprensa. ‘Daí’ eu ter convicção que apesar das forças econômicas que enfrentei, acredito que amanhã as urnas revelarão a grande surpresa desta eleição”, destaca Lenildo Morais.


Sem querer discorrer sobre seus oponentes, o sr. Lenildo Morais acrescenta que a eleição de amanhã provocará, independente do resultado, a formação de um novo quadro partidário representativo na cidade. Diz com todas as letras que o novo Prefeito será ele ou o candidato Ramonilson Alves, o qual disputa pelo partido Patriota. 


Por último, o candidato Lenildo conclama a militança para trabalhar até o fechamento das urnas no dia de amanhã. Deixa seus agradecimentos à Imprensa de um modo geral, bem como agradece a paciência e atenção do eleitor que abriu as portas e os braços para ouvi-lo durante toda a sua caminhada de candidato. 


Dentro deste contexto, aproveitando a conversa jornalística com Lenildo e sua previsão dos fatos que podem ocorrer amanhã, para registrar pela primeira vez em eleição na cidade de Patos a manifestação com foto do empresário João Leuson ao candidato Ramonilson Alves. O fato requer registro por trazer ao conhecimento público que forças econômicas de Patos também apostam em mudanças.


Pelo lado do sr. Nabor, dentro da isenção e responsabilidade de órgão informativo social, há uma absoluta e demonstrada tranquilidade com confiança de vitória. Amanhã saberemos. Nossa redação pode trazer novas matérias a qualquer momento. Estamos de plantão. Eleição 2020, faça a diferença na hora de votar... Escolha o melhor!

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

DE ACORDO COM O MÉDICO E EX-PREFEITO DE SANTA LUZIA, HUMBERTO MARINHO, POBRE MERECE MORRER




Deus, criador do Universo e da vida, mandou seu único filho amado, Jesus Cristo, morrer por nós: pecadores. O pai de Humberto Marinho, segundo o próprio, aconselhou seu filho “a pisar no pescoço” daquele que estiver aflito e necessitado. Jesus Cristo verteu o seu sangue na Cruz para socorrer aflitos, necessitados, pobres e indefesos que não foram economicamente e socialmente bem nascidos! Jesus morreu e renasceu para mostrar que há uma vida após a nossa passagem pela terra. Ninguém, em sã consciência e que tenha nascido com espírito de amor ao próximo, deve nem de longe seguir os conselhos do sr. Humberto Marinho.


Lamentável que um homem de sucesso na vida, bom marido, bom pai, ex-prefeito de uma cidade querida como é Santa Luzia e tendo filhos na política, a exemplo do Médico Jerferson, prefeito de São Mamede; tenha esse conceito sobre a vida dos que nasceram sem possuir as mesmas condições econômicas que provavelmente ele tenha nascido. Não esperávamos que essa frase fosse proferida pelo mesmo homem que fez o Juramento de Hipócrates para tornar-se Médico.





“PISAR NO PESCOÇO”, sr. Humberto Marinho? Nunca! Deus nos ensinou a partilhar, de todo o coração, o amor e a vida com o próximo. Deus nos ensinou a socorrer todo aquele necessitado que bater em sua porta! Deus deu seu único filho Jesus Cristo por todos nós: amarelos, pretos, pobres, famintos, enfermos e desamparados! Deus é tão grandioso que lhe deu a vida; e é tão misericordioso que certamente irá ignorar a sua infeliz Live conclamando ou aconselhando ignorar o sofrimento dos mais pobres. Espero sinceramente que o seu filho Prefeito, bem nascido e bem criado, neto de seu pai, ignore por completo a ignomínia de suas palavras em forma de conselhos.


Amor é o maior patrimônio do ser humano de verdade! Amar o próximo é a nossa maior lição de vida. Igualdade humana existe nos homens e mulheres que vivem dedicados pelo mundo afora a socorrer os desvalidos e sofredores. Jamais seguiremos os seus conselhos. Adolf Hitler mandou matar milhões de pessoas pobres, aleijadas, pretas, doentes mentais e judeus. Sei que ele tem seguidores, espero que reveja o conceito desumano de pisar no pescoço daqueles que nasceram diferentes do senhor.


Por último, sr. Humberto, sugerimos que publique outra Live pedindo desculpa às pessoas pobres que irão votar em seu filho para reelegê-lo prefeito! Eu não votaria jamais! Espero que São Mamede também não vote...