quinta-feira, 13 de junho de 2024

CLÍNICA MÉDICA DE PATOS É ACUSADA DE FRAUDAR LICITAÇÃO JUNTO ÁPREFEITURA DE MÃE DÁGUA-PB.



 




A prefeitura Municipal de Mãe D’água fez dispensa de licitação irregular para contratar a clínica médica do pré-candidato a prefeito apoiado pelo atual gestor Francisco Cirino, que mesmos tendo conhecimento das irregularidades, consentiu a suposta fraude. O Ministério Público do Estado (MPE), foi acordado com a denúncia envolvendo o Dr. JucélioPereira Moura, a médica Ires Nunes Moura, Paloma Campos Nunes e Ranise Nunes Pereira Moura, sócios proprietários da Clínica Médica Integrada de Patos (Climip), localizada no bairro da Brasília no município de Patos-PB.



De acordo com a Lei Federal 8.112/90 , Lei Complementar Estadual 58/2023 e Lei Municipal 022/2020, os servidores públicos são proibidos de “participar de gerência ou administração de sociedade privada, personificada ou não personificada’’, bem como licitações em que os envolvidos sejam servidores públicos.  O que chamou atenção, foi o fato de se tratar de uma mesma família envolvida em desvio de conduta para se obter vantagens com o dinheiro público, omitindo informações e mentindo em documentos apresentados para participar de licitação aberta pela prefeitura de Mãe D’água.


Na denúncia, o vereador e Secretário na Câmara Municipal de Mãe D’água, Luiz Ricardo Ramos, deixa claro que o prefeito Cirino teria privilegiado o médico Dr. Jucélio Pereira, além de sua Esposa e filhos, também médicos da citada clínica. Diante da denúncia, o parlamentar pede que todas as medidas sejam tomadas para apurar o suposto crime, como atos de improbidade administrativa de todos os envolvidos.


E assim vai o nosso Brasil, a cada dia se afundando com políticos e empresários corruptos e carniceiros, que só pensam no próprio bolso, enquanto o pobre vai sendo enganado, e cada vez mais pobre. É triste a situação dessa gente sofrida que só é lembrada de quatro em quatro anos.


O POVO DE MÃE DÁGUA MERECE UMA EXPLICAÇÃO.