domingo, 19 de junho de 2022

VEREADOR SARGENTO PATRIAN TENTA IMPEDIR SÃO JOÃO DE PATOS /PB*

 




Além de tentarem prejudicar a inauguração da UPA do Jatobá, em maio deste ano, agora, o vereador Sargento Patrian, por meio de sua Assessora de Gabinete, a Advogada Larrycia Chaves, apresentou denúncia perante o Ministério Público em desfavor do maior São João mundo, que, depois de anos sem sua realização, agora está de volta.


Apenas por interesses políticos, tentar prejudicar o festival junino acarretaria prejuízo para mais de 300 famílias que trabalharão no festival junino. Os vereadores que fazem oposição a atual Gestão fecharam os olhos em relação ao benefício que o evento trará a população, apenas por rixas políticas. A ação contra a cultura nordestina é sem medida, inclusive, medidas prejudiciais contra o próprio povo com denúncias infundadas.


Desta vez, a denúncia gira em torno da Área VIP do Terreiro do Forró que, de acordo com os cálculos realizados pelo Corpo de Bombeiros e com o TAC firmado com o próprio Ministério Público, a capacidade total é em torno de 50 mil pessoas, enquanto a Área VIP do evento comporta apenas 4 mil pessoas.


Como já dito, além da pandemia, a instabilidade política já havia suspendido o São João de Patos que volta com tudo, depois de 3 anos. A economia está aquecida e a movimentação desde o início do mês de junho é nítida.


Estima-se que o prejuízo com a não realização do São João traria um prejuízo aos barraqueiros na ordem de quase meio milhão de reais. Além do seguimento de barraqueiros, envolvem todas as pessoas que participaram e participam desde a montagem e desmontagem de som, palco, estruturas de camarote, área VIP, segurança, etc. 


As pessoas que trabalharão no São João sentem medo de mais uma vez serem prejudicadas com os atentados ao festival “Querem arruinar com o sustento da gente” afirma Dona Nevinha, barraqueira há mais de 14 anos, no Município de Patos.